Arquivo | outubro 2012

*+*Casamento zumbi..*+*

Alguns casais sonham em ter uma cerimônia de casamento em um lugar especial, outros, aparecem com idéias bem originais. Nesse casamento, o deslumbrante e tradicional vestido branco de noiva foi completamente esquecido. Noivo engomadinho? Nem pensar.

 

Aqui o tema  do casório foi bem diferente, os jovens russos Vitalich e Jirka se transformaram em zumbis. Não só eles, como todos os convidados ali presentes.

O casal casou pela primeira vez, em trajes normais para agradar a família e então, veio o divórcio. Se casaram pela segunda vez vestidos de góticos. E agora, como zumbis, o significado foi:  “nem a morte os separa”.

Os pombinhos afirmam que não tem nada de errado com eles, apenas adoram casar de forma original.

Veja algumas fotos desse casamento diferente, cheio de zumbis.

*+*Unhas meia-lua *+*

meia-lua é marca registrada nas unhas da atriz Dita Von Teese. Usada na década de 1920, o estilo meia-lua, conhecida como francesinha invertida, voltou a fazer sucesso entre as viciadas em art nails e esmaltes em geral.

É bem prático de fazer: basta recortar um pedaço plástico contact (aquele usado para forrar o material escolar) em “círculo” ou com um pedaço arredondado. Passe uma base e espere secar para colar os círculos sobre a unha. Passe o esmalte de sua preferência.

Você pode usar ao invés do plástico contact, os adesivos do caderno (aqueles redondos) ou comprar adesivos de lacrar envelopes (dourado ou prata) para facilitar.

*+*Indo morar sozinha..*+*

Para alguns jovens continuar morando com o pais é uma alternativa. O dinheiro que seria gasto com custos domésticos pode ser aproveitado em outro campo. Viagens, cursos e no que mais desejar. Alguns contribuem com as contas da casa já outro aproveitam ao máximo a mordomia. O chato é continuar seguindo as regras da casa dos pais. Só que como sobra mais dinheiro no mês viagens de final de semana e festa na casa dos amigos é uma boa alternativa para fugir um pouco disso.

Independência ou uma comodidade prolongada? Cada um decide sua prioridade e o que é melhor para o seu futuro. Mas seja qual for a escolha, a responsabilidade continua junto. Claro que morar sozinho é ainda mais complicado. Por isso, deve ser analisado, planejado e calculado.

Ate agora eu estava nesta comodidade, todo meu dinheiro para MIM e meu carro, mas infelizmente isso vai ter que mudar..

Morar sozinha virou uma necessidade depois de uma briga em casa hoje..

Vai ser ruim, sentirei saudades da minha mãe a pessoa mais importante no mundo, mas continuar naquela casa definitivamente não dá. Já era pra ter acontecido há mais tempo..

Que Deus me ajude nesta nova caminhada e que tudo possa dar certo (yn)..

De uma forma ou de outra, vou vai sentir um aperto no peito, e com certeza vou chorar um pouquinho: quero  poupar minha mãe disso..

 

 

*+*Vivendo um pesadelo..*+*

Vivendo um pesadelo..

Saindo de casqa, ainda sem rumo, sem destino..

Só peço a Deus que guie meus caminhos onde quer que seja..

Logo agora que eu tava t~]ao fgeliz, tudo dando certo..

Mas é assim quando tudo está perfeito demais é sinal de que algo vai dar errado..

*+*Queremos justiça..*+*

A menina Ana Clara Cunha da Mata, 11 anos, foi encontrada morta às margens da rodovia BR-462, próximo ao Distrito Industrial (DI) de Araxá. O corpo foi encontrado por um homem que esteve no local no início desta tarde (23) e comunicou a Polícia Militar (PM), que acionou a perícia da Polícia Civil após constatar o fato.

Ana Clara estava sumida desde a última quinta-feira (18), quando saiu do Espaço Multiuso do bairro Leblon e não foi vista mais. Durante o trabalho da perícia e da Delegacia de Homicídios, familiares reconheceram as roupas e o celular encontrados perto do corpo, que estava em estágio avançado de decomposição e com traumatismo no crânio. A polícia apura se ela sofreu abuso sexual. “Tudo vai ser apurado pela perícia. Provavelmente houve um abuso seguido de homicídio”, diz o delegado Luiz Antônio da Costa.

Após o período de buscas, um inquérito foi aberto nesta segunda-feira (22) para apurar o caso, e as investigações também se concentrar na tentativa de identificar e localizar o autor do crime.

*+*Não julgue as pessoas, você não sabe qual é a realidade delas…*+*

Não julgue as pessoas, você não sabe qual é a realidade delas…

Um médico entrou no hospital com pressa depois de ser chamado a uma cirurgia de emergência. Ele respondeu ao chamado, o mais rápido possível, mudou de roupas e foi diretamente para o bloco cirúrgico. Ele encontrou o pai do menino indo e vindo na sala de espera do médico. Depois de vê-lo, o pai gritou: 

“Por que você tomou todo esse

 tempo para vir, não sabia que a vida de meu filho está em perigo… você não tem senso de responsabilidade??”O médico sorriu e disse: “Desculpe, eu não estava no hospital e eu vim o mais rápido que pude depois de receber a chamada… E agora, eu gostaria que você se acalma-se para que eu possa fazer o meu trabalho”

“Me acalmar? E se fosse seu filho quem estivesse nesta sala agora, você estaria calmo? Se o seu filho fosse agora o que estivesse morrendo?” Disse o pai irritado

O médico sorriu novamente e respondeu:. “Eu vou dizer o que disse Jó na Bíblia “Do pó viemos e ao pó voltaremos, bendito seja o nome de Deus” Os médicos não podem prolongar a vida. Vou interceder por seu filho, vamos fazer todo o possível pela graça de Deus “

“Dar conselhos quando não estamos em situaçao é tão fácil”, murmurou o pai.

A cirurgia levou algumas horas, depois que o médico saiu feliz, “Graças a Deus! Seu filho está salvo!”

E sem esperar por uma resposta do pai, com muita pressa olha para o relógio e foge. Ao mesmo tempo que vai, ele disse: “Se você tiver alguma dúvida, pergunte a enfermeira!”

“Por que é tão arrogante? Não podia esperar mais alguns minutos para eu pedir mais informações sobre o estado do meu filho”

E a enfermeira, cheia de lágrimas pelo seu rosto:

“O filho do Dr. morreu ontem em um acidente de estrada, o médico estava no cemitério quando você chamou para realizar a cirurgia do SEU FILHO. E agora que ele salvou a vida de seu filho, ele correu para terminar o sepultamento de seu filho.” 

Nunca julgue ninguém, porque você nunca sabe nada sobre a vida dessa pessoa e o que está acontecendo na vida dela.